16 outubro 2012

Adriano Correia de Oliveira: "Cantar de Emigração"



Foi a 16 de Outubro de 1982, perfaz hoje exactamente 30 anos, que Adriano Correia de Oliveira partiu deste mundo, com apenas quarenta anos de idade. Para a posteridade ficou uma obra discográfica recheada de pérolas. Uma delas foi gravada em 1970 e versa um problema contundente, então como agora: a emigração. Que futuro pode ter um país que desperdiça a maior das suas riquezas, o capital humano?
Já agora, outra questão: como se explica que um artista desta envergadura esteja ausente da 'playlist' da Antena 1, a rádio cujo financiamento os cidadãos e empresas de Portugal são obrigados a assegurar com o pretexto da prestação de serviço público? Não se trata, com certeza, de distracção, antes de uma atitude deliberada de ocultação. O que é, a todos os títulos, inadmissível estando em causa o nosso património musical mais valioso e perene.
 


Cantar de Emigração


 
Poema: Rosalía de Castro (Galiza); trad. José Niza
Música: José Niza
Arranjo: Rui Pato
Intérprete: Adriano Correia de Oliveira* (in LP "Cantaremos", Orfeu, 1970, reed. Movieplay, 1999; LP "Memória de Adriano", Orfeu, 1983, reed. Movieplay, 1992; "Obra Completa": CD "Gente de Aqui e de Agora e Outras Canções: Adriano Canta José Niza", Movieplay, 1994, 2007; CD "Vinte Anos de Canções", Movieplay, 2001)  




[instrumental]
 
Este parte,
Aquele parte
E todos, todos se vão...
Galiza, ficas sem homens
Que possam cortar teu pão.
 
Tens em troca
Órfãos e órfãs,
Tens campos de solidão,
Tens mães que não têm filhos,
Filhos que não têm pais.
 
Coração
Que tens e sofre
Longas ausências mortais;
Viúvas de vivos mortos
Que ninguém consolará.
 
Este parte,
Aquele parte
E todos, todos se vão...
Galiza, ficas sem homens
Que possam cortar teu pão.

[instrumental]

 
* Rui Pato – viola
Tiago Velez – flauta
Biografia e discografia em: A Nossa Rádio
URL: http://adriano.esenviseu.net/index.asp
http://www.myspace.com/adrianocorreiadeoliveira
http://pt.wikipedia.org/wiki/Adriano_Correia_de_Oliveira
http://www.infopedia.pt/$adriano-correia-de-oliveira
http://www.avintes.net/adriano.htm
http://www.oocities.org/vilardemouros1971/adriano.htm
http://www.artistas-espectaculos.com/bio/pt/adriano+correia+de+oliveira.htm
http://guedelhudos.blogspot.com/search/label/Adriano%20Correia%20de%20Oliveira
http://www.portaldofado.net/content/view/279/280/
http://fado.com/index.php?option=com_content&task=view&id=59&Itemid=67
http://deltagata.no.sapo.pt/adriano.html
http://adrianocorreiadeoliveira.blog.simplesnet.pt/
http://palcoprincipal.sapo.pt/bandasMain/adriano_correia_de_oliveira
http://cotonete.clix.pt/artistas/home.aspx?id=44
http://www.lastfm.pt/music/Adriano+Correia+de+Oliveira

_________________________________
   
Outros textos sobre Adriano Correia de Oliveira neste blogue:
Adriano Correia de Oliveira: um grande cantor silenciado na rádio pública
Galeria da Música Portuguesa: Adriano Correia de Oliveira
Em memória de Adriano
Grandes discos da música portuguesa: efemérides em 2007
Adriano Correia de Oliveira: "As Balas"
"A Vida dos Sons": deseja-se menos cinzenta e mais multicolor (II)
"A Vida dos Sons": deseja-se menos cinzenta e mais multicolor (III)
"A Vida dos Sons": deseja-se menos cinzenta e mais multicolor (IV)

Sem comentários: