23 fevereiro 2009

Zeca



No dia em que se completam 22 anos sobre o desaparecimento do trovador maior da música portuguesa, o blogue "A Nossa Rádio" rende-lhe esta singela homenagem.
Já agora, uma pequena nota. Apesar da importância imensa que teve (e continua a ter) para a nossa música e de nos ter legado um repertório extenso e de elevada qualidade, José Afonso apenas está representado na 'playlist' da Antena 1 com um único tema, "Venham Mais Cinco". Em contrapartida, constata-se que diversos nomes (cantores e grupos) de valia muito inferior (entre vivos e mortos) têm vários temas na referida 'playlist'. Isto deve ser motivo de reflexão por parte das entidades a quem compete avaliar e fiscalizar o serviço prestado pela rádio do Estado.



Zeca



Letra: Hélia Correia
Música: Janita Salomé
Intérprete: Filipa Pais* (in CD "L'Amar", Strauss, 1994)


Quero falar-te e o coração, de comovido,
Perde as palavras que juntara para ti.
Cantar-te sei e apenas isso faz sentido.
Menino de oiro,
Vem sentar-te aqui.
Menino de oiro,
Vem sentar-te aqui.

Por todo o ano é tempo de cantar janeiras.
Mulher da erva, ainda agora a vi passar.
Por mar profundo, terra e todas as fronteiras
Venham mais cinco
Mil p'ra te saudar.
Venham mais cinco
Mil p'ra te saudar.

Pode o sol morrer de velho,
Pode o gelo arder também.
Mas a voz que de ti nasce
Já não morre com ninguém.

No céu cinzento, o astro mudo ainda revela
Um bater de asas, o disfarce do seu pé.
Bebem do sangue, comem tudo, olhai, cautela
O que faz falta
Já se sabe o que é.
O que faz falta
Já se sabe o que é.

Junta-te a nós, ó bairro negro, vem, falua,
P'la noite fora até que se erga o sol do Verão
Solta as amarras, sopra, ó vento, continua,
Que este homem não
Se foi embora, não.
Que este homem não
Se foi embora, não.

Pode o sol morrer de velho,
Pode o gelo arder também.
Mas a voz que de ti nasce
Já não morre com ninguém.


* João Paulo Esteves da Silva – piano
Mário Franco – contrabaixo
José Salgueiro – percussões
Jorge Reis – saxofone soprano
Rui Luís Pereira ("Dudas") – guitarras acústicas de 6 e 12 cordas

Quarteto de cordas Metrópolis:
Emília Vanguelova – 1.º violino
Mark Gundezman – 2.º violino
Valentim Petrov – violeta
Peter Flanagan – violoncelo

Arranjos e direcção musical – João Paulo Esteves da Silva
Produtor musical – Vitorino
Produtor executivo – Paulo Pulido Valente
Gravação e misturas – Fernando Abrantes
Assistente de gravação – Miguel Serra
URL:
http://www.myspace.com/filipapaismusic


Nota: Um outro belo e eloquente poema sobre José Afonso foi escrito por Natália Correia e pode ser lido/ouvido
aqui.

1 comentário:

Eduardo F. disse...

É a nós que compete julgar os serviços públicos.

Como agir?