01 outubro 2022

Franz Schubert: "An die Musik" (Franz von Schober)


Franz Schubert retratado por Wilhelm August Rieder, em óleo sobre tela, no ano de 1875, a partir de um retrato em aguarela pintado em 1825.


A Franz Schubert, mau grado a sua curta vida (morreu antes de completar 32 anos de idade, vítima de sífilis), se devem muitas das mais belas e sedutoras melodias da História da Música. Uma delas é a do lied "An die Musik" ("À Música"), que o genial compositor austríaco concebeu, em Março de 1817, para um poema do seu compatriota e amigo Franz von Schober, e viu publicado em 1827 (ano anterior ao do decesso), pelo editor vienense Thaddäus Weigl.
Com este fascinante hino de gratidão à arte dos sons celebramos o presente Dia Mundial da Música pondo em destaque duas interpretações absolutamente superlativas, uma masculina e outra feminina: a primeira pelo barítono Dietrich Fischer-Dieskau (acompanhado por Gerald Moore) e a segunda pelo meio-soprano Christa Ludwig (com acompanhamento de Geoffrey Parsons). Os leitores/visitantes do blogue "A Nossa Rádio" que cultivam o lied germânico certamente conhecem estas gravações, mas para os outros talvez sejam revelações – revelações extraordinárias, esperamos. Se assim acontecer, congratulamo-nos por termos prestado serviço público cultural.

A propósito de serviço público, afigura-se-nos pertinente lembrar que uma das mais gritantes lacunas na actual grelha da Antena 2 é precisamente a ausência de um espaço reservado à canção de tradição erudita, desde a Idade Média até à actualidade. Sem prejuízo da criação de um programa semanal, a exemplo do memorável "O Texto e a Música" (de Yvette Centeno e Nuno Vieira de Almeida), devia haver uma rubrica diária na qual fosse apresentada uma canção, interpretada por um(a) cantor(a) de referência no género, antecedida do respectivo texto em português dito, consoante o caso, por um actor ou por uma actriz com provas dadas na difícil arte de dizer poesia (Luís Lima Barreto e Luísa Cruz, por exemplo). Só os lieder de Schubert, avulsos ou integrantes de ciclos ("A Bela Moleira", "A Dama do Lago", "Viagem de Inverno", "O Canto do Cisne"), que se cifram em mais de 600 espécimes, dariam para manter essa rubrica durante quase dois anos.
Fica apresentada a ideia, na esperança de que não caia em saco roto.



An die Musik



Poema: Franz von Schober [tradução livre em português >> abaixo]
Música (em Dó maior): Franz Schubert (Opus 88, No. 4 / D. 547)
Intérpretes: Dietrich Fischer-Dieskau* & Gerald Moore (in 12LP "Franz Schubert: Lieder, Volume I": LP 1, Deutsche Grammophon, 1970; 9CD "Franz Schubert: Lieder, Volume II": CD 1, Deutsche Grammophon, 1992)




Du holde Kunst, in wieviel grauen Stunden,
Wo mich des Lebens wilder Kreis umstrickt,
Hast du mein Herz zu warmer Lieb entzunden,
Hast mich in eine bessre Welt entrückt!
In eine bessre Welt entrückt!

Oft hat ein Seufzer, deiner Harf entflossen,
Ein süsser, heiliger Akkord von dir,
Den Himmel bessrer Zeiten mir erschlossen...
Du holde Kunst, ich danke dir dafür!
Du holde Kunst, ich danke dir dafür!


* Dietrich Fischer-Dieskau – voz (barítono)
Gerald Moore – piano
Produção – Otto Gerdes, Rainer Brock, Hans Ritter
Gravação – Wolfgang Werner, Helmut Najda (1969)
Misturas – Hans-Peter Schweigmann, Harald Baudis
URL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Dietrich_Fischer-Dieskau
https://www.publico.pt/2012/05/18/culturaipsilon/noticia/morreu-dietrich-fischerdieskau-um-dos-maiores-cantores-liricos--1546670
https://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_lv-TN16h345l_YAnz6gWY4O7kHeZjciK8
https://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_ny5Ei5LeMhb3Ti9W1WAU_CKJTqFOzJoxk
https://music.youtube.com/channel/UCblnNzaseoL7Djqrw6Rq8Ug



An die Musik



Poema: Franz von Schober [tradução livre em português >> abaixo]
Música (em Dó maior): Franz Schubert (Opus 88, No. 4 / D. 547)
Intérpretes: Christa Ludwig* & Geoffrey Parsons (in LP "Schubert Recital", Columbia/EMI, 1966; CD "Schubert: 15 Lieder", EMI Classics, 2004)




Du holde Kunst, in wieviel grauen Stunden,
Wo mich des Lebens wilder Kreis umstrickt,
Hast du mein Herz zu warmer Lieb entzunden,
Hast mich in eine bessre Welt entrückt!
In eine bessre Welt entrückt!

Oft hat ein Seufzer, deiner Harf entflossen,
Ein süsser, heiliger Akkord von dir,
Den Himmel bessrer Zeiten mir erschlossen...
Du holde Kunst, ich danke dir dafür!
Du holde Kunst, ich danke dir dafür!


* Christa Ludwig – voz (meio-soprano)
Geoffrey Parsons – piano
Produção – Suvi Raj Grubb
URL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Christa_Ludwig
https://www.tsf.pt/mundo/morreu-a-meio-soprano-alema-christa-ludwig-13611528.html
https://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_mz-RabdiOBe8k-KEQcss6xeUrJ826Hi9I
https://music.youtube.com/channel/UC4aIzUktPpqbAxQFz06pdgg



À Música


Tu, bendita Arte, quantas vezes em horas sombrias,
Em que o rude grilhão da vida me envolvia,
Incendiaste o meu coração de inflamado amor,
Me transportaste para um mundo melhor!
Para um mundo melhor!

Muitas vezes um suspiro da tua harpa se evolou,
Um dócil e sagrado acorde de ti
O céu carregado me desanuviou...
A ti, bendita Arte, te agradeço por isso!
A ti, bendita Arte, te agradeço!



Franz von Schober retratado por Leopold Kupelwieser, em óleo sobre tela, 1822.



Partitura autógrafa do lied "An die Musik" (1817), de Franz Schubert.



Capa do duodécuplo LP "Franz Schubert: Lieder, Volume I", de Dietrich Fischer-Dieskau & Gerald Moore (Deutsche Grammophon, 1970).



Capa do LP "Schubert Recital", de Christa Ludwig & Geoffrey Parsons (Columbia/EMI, 1966).

_____________________________________

Outros artigos comemorativos do Dia Mundial da Música:
Fernando Tordo: "Bendita Música"
Pedro Barroso: "Música de Mar"
Sérgio Godinho: "Mão na Música"
José Barros e Navegante: "Músicos, Cravos e Rosas"
Luiza Todi por Carmen Dolores segundo Margarida Lisboa

1 comentário:

Unknown disse...

Excelente artigo!

Que melhor maneira de celebrar o Dia Mundial da Música? A escolha musical foi perfeita e a "embalagem" caiu nas vozes e interpretações mais adequadas ao momento. Incluo pois neste breve "desabafo" os pianistas por terem a seu cargo um quinhão interpretativo que completa a abençoada prestação dos cantores.

20 valores dados por um modesto enamorado pela Arte Musica.

Carlos Guilherme (tenor)l