01 janeiro 2021

Miguel Pimentel com Maria José Victória: "Bons Anos"


© Vecteezy (https://www.vecteezy.com/)


Fatídico ano velho falecido, esperançoso ano nascido...
Damos vivas ao recém-nado 2021 com o cantar (que é também um apelo à fraternidade) "Bons Anos", concebido e interpretado por açorianos: Maria Angelina de Arruda Medeiros Ponte (letra), autor anónimo da freguesia micaelense da Maia (melodia), Miguel Pimentel (arranjo e violas da terra), Emanuel Medeiros (violão), Maria José Victória e António Pragana (vozes). A cantiga abre o alinhamento do álbum de Mestre Miguel Pimentel "A Roda do Ano", o qual, como o título sugere, é constituído por repertório, tradicional e criado de raiz, referente às sucessivas etapas do ciclo anual.
O espécime que aqui e agora pômos em destaque é, decerto, conhecido de uns quantos amantes de música tradicional açoriana, mas nunca terá chegado aos ouvidos da generalidade dos cidadãos portugueses, mormente dos continentais. Música dos Açores é coisa que não entra nas 'playlists' das rádios nacionais, inclusive na da pública Antena 1, pese embora as especiais obrigações, estipuladas na lei, que o canal estatal tem no capítulo da divulgação do património musical/fonográfico português.
Para o blogue "A Nossa Rádio" é motivo de imenso orgulho estar a acender uma luz na escuridão!



Bons Anos



Letra: Maria Angelina de Arruda Medeiros Ponte
Música: Tradicional (Maia, Ribeira Grande, Ilha de São Miguel, Açores)
Arranjo: Miguel Pimentel
Intérpretes: Miguel Pimentel* com Maria José Victória (in CD "A Roda do Ano", Miguel Pimentel, 2002, reed. Açor/Emiliano Toste, 2019)




[instrumental]

O ano novo vem vindo  | bis
Sorridente e a cantar;   |
O velho que vai saindo   | bis
Vai triste por acabar.     |

Eu já vejo a luz acesa;         | bis
Sei que não estás dormindo. |
A mulher vai pondo a mesa;   | bis
Tua porta vai abrindo.            |

Está um frio que corta, | bis
Aqui não posso ficar.    |
Se tu não abres a porta, | bis
Noutro lugar vou cantar. |

[instrumental]


* Miguel Pimentel – violas de arame (violas da terra) [construídas pelo próprio]
Emanuel Medeiros – violão
Maria José Victória – voz
António Pragana – 2.ª voz
Gravação efectuada no ano de 2002



Capa da 1.ª edição do CD "A Roda do Ano", de Miguel Pimentel (2002)
Concepção gráfica – Miguel Pimentel
Arranjo gráfico – Carlos Sousa
Fotografia – José Fernando

________________________________

Artigo relacionado:
Catarina Moura, Ariel Ninas e César Prata: "Entrada de Aninovo"

Sem comentários: